Categorias
Dicas Caseiras

A auto sabotagem da mente

Está totalmente vinculada ao que seu cérebro,
acredita sobre você.

Pode ser descrita também quando criamos obstáculos ou empecilhos inexistentes.

Digamos que, você (ser pensante) diga que em 2020 irá emagrecer 20kg em 5 meses (média de 4kg mês).

O seu passado com dietas e exercícios físicos não é de se admirar, automaticamente seu cérebro te diz:

– 20kg em 5 meses é impossível.!

Quando seu cérebro te da essa resposta, seu corpo (ações) ficam paralisados, ou seja, você começa a acreditar nessa verdade. ,

Eu diria que, a forma como pensamos nos diz quem somos e onde vamos chegar.

Já dizia o Psiquiatra
Aaron Beck,
“somos seres humanos que, pensam logo sentem e se comportam.”

– 4 dicas que você é um ser pensante “travado” em seus pensamentos:

*1 – Você sempre usa o, MAS ou E SE. – Eu acredito que posso emagrecer 20kg em 5 meses, mas, e se eu me esforçar o mês todo e conseguir emagrecer somente 1 kg? – Vou começar a fazer academia, mas, e se eu não tiver dinheiro mensalmente para banca-la?

*2- Acreditar que você não merece tal coisa ou merece muito. – Eu participei de um processo seletivo para uma empresa e não fui aprovado. Certeza que existiam currículos muito mais interessantes que o meu, caso não houvesse a vaga seria minha. – Essa semana eu consegui praticar exercícios todos os dias, neste fim de semana, mereço comer tudo o que eu tiver vontade! – Sei que tenho várias contas para pagar esse mês, mas, aquele sapato na promoção está me deixando doida. Mais uma vez, “eu mereço”.

*3 – Focar sempre no que eu não tenho e não agradecer pelo o que eu tenho.

Nós humanos temos a certeza que sempre merecemos mais e isso é ótimo! A partir do momento que o “querer mais” me faz enxergar o que não tenho, temos um problema.

Além de me auto sabotar, desenvolvo inveja, soberba, ansiedade e etc.
Não deixe de acreditar em você! Force seu cérebro a ser quem você quer que ele seja!

Categorias
Dicas Caseiras

VÁ PLANTAR BATATAS!!

Segundo o dicionário informal, mandar alguém plantar batatas deriva da expressão portuguesa “vá plantar batatas” que surgiu em Portugal, provavelmente na época das navegações, mas o motivo porque foi e é usada tem um sentido irônico e não depreciativo da atividade de agricultor. A ironia vem por que, em Portugal, não se diz “plantar batatas”, mas sim semear batatas, pois plantar só se usa para a muda das árvores, sendo que os legumes, os grãos, abóboras, melões, etc., se semeiam porque se lança ou enterra a semente na terra. Logo mandar alguém “plantar batatas” significa que o deixe em paz e vá fazer uma coisa impossível ou sem pés nem cabeça.

Mas então vamos aprender a plantar batatas e mostrar quem está no comando.

Garfo de arado revolvendo terra retirando batatas enterradas no solo

Primeiro, sobre a batata. Seu nome cientifico é Solanum tuberosum e é um tubérculo perene que, assim como os tomates e as berinjelas, pertencem à família das Solanáceas. É um vegetal original da região dos Andes, que é cultivado antes do Silvio Santos ter nascido, a 7000 anos. Segundo dados da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO), a produtividade brasileira aumentou 28,1% nos últimos dez anos, principalmente devido à melhoria nas técnicas de cultivo empregadas pelos produtores, associada a cultivares mais produtivas introduzidas nos sistemas de produção e a qualidade das sementes utilizadas. Em 2011, a produtividade atingiu 26,3 t/ha, superando a média mundial (19,4 t/ha), mas abaixo da produtividade da Argentina (30,0 t/ha), Chile (31,2 t/ha) e, principalmente de países desenvolvidos, tais como Holanda (46,1 t/ha), Alemanha (45,6 t/ha) e Estados Unidos (42,2 t/ha).

Vamos ao que interessa, o plantio!

batata na terra com pequenos brotos ramificando

Para plantar batatas corretamente na sua horta ou jardim de vegetais, deve realizar os passos seguintes:

ADQUIRIR AS SEMENTES DE BATATAS DIRETAMENTE DE UM VIVEIRO 

Para a plantação de batatas, podem ser utilizadas as batatas que estão à venda num supermercado, no entanto, a plantação por sementes permite obter batatas mais saborosas. Como tal, deve se deslocar a um viveiro ou loja de sementes para saber qual é o tipo de batata que melhor se vai adaptar ao seu jardim e adquirir as respetivas sementes.

ADUBAR A TERRA ANTES DA PLANTAÇÃO 

Para que as batatas possam crescer de uma maneira saudável, a terra necessita de ser adubada com cerca de um mês de antecedência. Pode utilizar uma cobertura de raízes de plantas com terra, estrume ou palha, ou todo o tipo de fertilizantes orgânicos. Assim, a terra do seu jardim estará o mais fértil possível e terá todos os nutrientes necessários para que a plantação possa ser efetuada.

COLOCAR AS SEMENTES NA TERRA 

As sementes devem ser colocadas na terra de forma separada, com cerca de 30 centímetros de profundidade e devem estar cobertas com terra e estrume, palha ou composto.

REGAR A TERRA COM REGULARIDADE 

Depois da plantação das sementes, deve regar a terra com alguma regularidade para que a batata se possa desenvolver. Em apenas algumas semanas, os resultados saltarão à vista, pois os brotos da batata começaram a crescer diretamente da terra.

Batatas desenterradas no solo

O CRESCIMENTO E AMADURECIMENTO DAS BATATAS 

Ao contrário da cebola e até do limão, as batatas, não devem ficar expostas ao sol durante longos períodos de tempo, uma vez que isso prejudica gravemente a sua produção. À medida que as batatas forem crescendo, devem ser cobertas com terra e estrume, palha ou composto para que os tubérculos não fiquem ao sol. Este é um procedimento obrigatório, pois se os tubérculos apanharem sol em demasia, podem ficar verdes e tóxicos, o que pode estragar a respetiva plantação.

QUANDO COLHER AS BATATAS 

As batatas demoram aproximadamente entre 14 a 16 semanas a amadurecer e quando começam a ganhar flor é sinal que estão quase prontas a serem colhidas. Quando as plantas começam a ficar secas e amarelas, a colheita está pronta a ser realizada, pois os tubérculos alcançaram o seu desenvolvimento máximo.

Fontes: 

https://www.dicionarioinformal.com.br/v%E1+plantar+batatas/

https://www.embrapa.br/hortalicas/batata/como-plantar

https://omeujardim.com/artigos/como-plantar-batatas

Categorias
Dicas Caseiras

OLHA O QUE VOCÊ ENCONTRA NO FUNDO DO MAR

Começando a esquentar e o primeiro pensamento que vem: praia!
E quando chega a bendita hora de entrar na água, passa um bendito siri e te faz pensar em monstros inimagináveis que estão embaixo do mar. Mas, eu estou aqui para dizer que o negócio é mais embaixo e você vai se surpreender com o que seus pés podem interagir:

-Areia: ah, vá, sério que tem areia no fundo do mar?

Areia no fundo do mar com refração da luz do sol sobre a água

Talvez seja meio óbvio, mas é sempre bom lembrar. A areia é a casa de vários organismos de diferentes tamanhos e como uma casa, você não pode sair metendo o pé na porta sem o morador sair puto e se questionando sobre isso;

-Conchas:

praia arenosa cheio de conchas abertas na beira do mar

Imagine que a areia é um camping e algumas espécies chegam com seu trailer, feito de carbonato de cálcio, para se instalar ali por um tempo. Pisamos em inúmeras conchas do que um dia foi a casa de um molusco queridão;

-Siri:

siri na beira do mar com por do sol ao fundo

E aqui começa o perigo. O siri está apenas ali, vivendo seu momento de soterramento na areia, curtindo o alimento que o mar oferece. A chance de tomar um beliscão de suas garras é muito grande;

-Bolachas do mar:

mão segurando bolacha-do-mar bolacha-da-praia com pessoas ao fundo em trajes de banho

Se você sentir cócegas na sola do pé e perceber que na verdade é uma forma circular suspeita, não se assuste! É apenas a bolacha do mar que está ali procurando pequeninos organismos;

-criaturas melecosas suspeitas:

ulva sp macroalga em fundo de silica com rochas dentro da água do mar

Exif_JPEG_PICTURE

O que será essa criatura medonha, gosmenta e verde? O que será essa outra criatura gosmenta que entrou entre meus dedos? Eu sei que você não tem tempo de se perguntar quando está saindo correndo e gritando, mas eu to aqui para responder mesmo assim. São macroalgas e pequenos invertebrados que vão sendo carregados pela corrente;

-Lixo:

lampada garrafa de água coco vegetação rasteira tipica de restinga com o mar ao fundo lixo na beira da praia

Talvez essa seja a coisa mais ruim para todo mundo que você pode encontrar. Caso encontre, recolha e jogue em um lugar apropriado. Pense que toda essa aventura maritima pode um dia acabar.

Categorias
Dicas Caseiras

ESSE BOLO-PUDIM PODE AJUDAR NA SUA AUTOESTIMA

Nada como alegrar um dia cansativo e triste com um pedaço doce, que tire aquele gosto amargo da vida.

Todo o processo de preparo de um saboroso bolo ajuda na concentração e distrai de outros problemas que temos no dia a dia.

Primeiramente, vamos aprender a colocar o bolo na forma:

Ingredientes

Calda

  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 1/2 de xícara (chá) de água

Bolo

  • 2 ovos
  • 1 xícara (chá) de cenoura picada
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Pudim

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 4 ovos
  • 1 colher (sopa) de maisena

Preparo

Bata no liquidificador os ingredientes do pudim até homogeneizar.

Despeje na fôrma caramelizada e, por cima, coloque cuidadosamente a massa do bolo.

Leve ao forno médio, preaquecido, em banho-maria, por 1 hora ou até dourar e firmar.

Deixe esfriar e leve à geladeira por 6 horas.

Desenforme sobre um prato e sirva em seguida, sem se preocupar com o resultado, afinal, o bolo-pudim estará muito gostoso.

COMO UM BOLO-PUDIM PODE AJUDAR NA SUA AUTOESTIMA?

Perceba como o bolo-pudim se comporta, ele derrete a cada garfada como se estivesse pedindo gentilmente para ser degustado.

A textura da mistura do bolo fofinho e o pudim, mole e gelado, colocam uma sensação de alegria dentro da boca.

E nada como algo doce, feito por você, para alegrar um coração angustiado.

Quem fez todo esse trabalho merece esse reconhecimento e reconhecer a si mesmo como alguém talentoso na cozinha já dá uma alavancada na autoestima!

Categorias
Dicas Caseiras

Rolê dos aposentados

O que dá para fazer quando se aposenta?

Quando a aposentaria chega, no inicio tudo é tranquilo e alegre. Com o tempo, vem aquele tédio grande e a vontade de ser produtivo novamente, pois ficar parado dentro de casa é pior para o corpo.

Porém, muitas coisas acontecem durante essa fase e a necessidade de bater pernas pela cidade se faz necessária e uma ótima forma de socializar e encontrar pessoas.

Vamos falar de algumas coisas que os aposentados gostam de fazer para não ficar com o esqueleto parado.

Ir no banco na hora do almoço

A hora do almoço é a melhor hora para ir no banco, pois é aquele intervalo do trabalho e o momento ideal para pegar o banco aberto e poder pagar as contas ou resolver alguma pendencia com o gerente.

Nada melhor do que chegar nesse horário e interagir com o pessoal que vai ter que ficar um bom tempo na fila e ter que comer em 5 min antes de voltar para o batente.

Levantar cedinho

Senhor de idade que cuidou do jardim para não deixar ele ficar estragado

Acordar cedo é uma rotina na vida do aposentado, pois nada mais produtivo do que levantar junto com o sol, organizar a casa, cuidar do jardim, fazer aquele cafézinho e esperar dar 7 horas da manhã para ver os primeiros jornais do dia.

Bingo

Pessoas reunidas em um salão para jogar bingo

Você fala em aposentado e essa é a primeira coisa que vem na cabeça. Não por ser algo realizado na comunidade que vive, mas por ser um espaço onde as pessoas se divertem, dão risada e aproveitam para conhecer novas pessoas.

Grupo de excursão

Pessoas se divertindo em uma viagem de onibus

Juntar aquela graninha todo mês e poder fazer uma viagem bacana é algo muito interessante de se fazer.

Imagina quando se tem o tempo livre e pode ir nas épocas menos movimentadas e mais baratas, podendo ficar uma semana com o custo baixíssimo.

Organizar todas as pessoas, animar o bonde e partiu para essa aventura mágica.

Jogar conversa fora na praça da cidade

Pessoas reunidas na praça da cidade conversando e sendo felizes por isso

Dia fresco, pessoal animado com os acontecimentos do dia. Nada como uma praça pública para falar da politica, do time, comentar a novela e ainda jogar uma bocha ou uma dama com as parcerias.

Devemos sempre tratar com respeito e igualdade quem gastou um longo tempo de sua vida para manter a roda da sociedade girando. A idade chegará para todos e é sempre bom lembrar que seremos nós amanhã

Categorias
Dicas Caseiras

Aprenda a Preparar essa Delicia de Ovos Cozidos ao molho

As vezes ficamos pensando o que fazer para o almoço? Então hoje tem essa receita simples e prática e que certeza agradará toda a sua família, eu fiz aqui em casa e pra dizer a verdade, não sobrou nadinha.

Todos ama ovos não é mesmo? Aqui em casa todos adora o que eu faço, até aquele omelete simples ou uma saladinha de ovo, é sensacional.

Acompanhe o modo de preparo e faça também pra sua família .

DICA : Pode acrescentar ervilhas nesta receita, fica maravilhosa.

INGREDIENTES

  • 1 lata de  molho de tomate de sua preferencia
  • 4 ovos
  • 1 colher de sopa de azeite
  • cheiro verde a gosto
  • pimenta do reino a gosto

MODO DE PREPARO

Coloque o azeite em uma frigideira antiaderente, com azeite e espere esquentar, coloque o molho, a pimenta do reino.

Quebre os ovos, um a um, tomando cuidado de deixar as gemas inteiras.

Abaixe o fogo, coloque uma pitada de sal em cada ovo e tampe a panela por alguns minutos…

uns 3 minutinhos até a consistência desejada das gemas.

Sirva acompanhado de arroz branco.

Categorias
Dicas Caseiras

Bife de manteiga de alho e frigideira de batata

Os meus amigos estão sempre a dizer-me para pegar neste tipo de cortes de carne e fazer mais do que simplesmente um bife na frigideira, ou seja, tornar o corriqueiro em algo diferente.

<strong>video da receita: </strong>

<iframe src=”https://www.youtube.com/embed/PumL5bIejkU” width=”560″ height=”315″ frameborder=”0″ allowfullscreen=”allowfullscreen”></iframe>

Escolhi bifes da vazia porque são tenros e mais saborosos, mas podem optar por bifes do lombo. O preço é que… enfim. Há outros cortes que também são tenros e mais baratos. Um talhante de confiança saberá dar-vos o melhor bife ao melhor preço.

<img src=”https://claradesousa.pt/wp-content/uploads/2018/12/bifee-site.jpg” />

Mas já chega de falar dos bifes porque vocês não imaginam como ficam as batatas… e têm de ser destas brancas, novas, bem rijinhas e cortadas em gomos, ao alto, com pele.

<img src=”https://claradesousa.pt/wp-content/uploads/2018/12/batatas-site.jpg” />

Vão mesmo ter de fazer porque não encontro adjectivo à altura, além de magníficas, maravilhosas, super saborosas… pronto, não há palavras, só provando.

Têm a vantagem de ser feitas na frigideira onde ganham uma belíssima cor dourada – siiimmm o El Dorado das batatas existe – e não servem apenas para acompanhar bifes, servem para tudo, até para não acompanhar nada. Eu com estas batatas faço uma refeição. O difícil é parar.

Os espargos equilibram o conjunto, tanto no sabor como na cor, e fazem um prato lindo, não acham?

Uma bem grande e linda, de ferro fundido, é perfeita para levar à mesa. Os olhos até se arregalam quando a virem entrar.

O ideal é fazer primeiro as batatas e quando estiverem praticamente prontas tratamos do resto.

Depois damos uma fritura nos bifes em lume bem alto – eu gosto deles para o mal passado, por isso tem de ser rápido – ao calor para que a manteiga de ervas possa começar a derreter sobre eles.

E pronto, é só isto. Nada complicado, mas com imenso sabor para que os bifes não sejam apenas vulgares bifes e sejam um prato daqueles de babar.

A propósito…

Já vos falei das batatas?

<img src=”https://claradesousa.pt/wp-content/uploads/2018/12/batatas-foram-se.jpg” />

&nbsp;

<strong>Ingredientes</strong>

400g de bifes de contra-filé fatiados
400g de batatas bolinhas cortadas em quatro
1 colher de sopa de azeite

1 taça de vinho tinto

3 colheres de sopa de manteiga
5 dentes de alho picadinhos
1 colher de chá de tomilho fresco picadinho
1 raminho de salsinha e cebolinha fresco
1 colher de sopa de salsa fresca picada
Sal e pimenta (moída na hora) a gosto
Pimenta rosa (moída na hora) ou pimenta calabresa em flocos a gosto (opcional)

Para Marinar:

1/3 xícara de vinho tinto
1 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de molho de pimenta
Pimenta (moída na hora) a gosto

Modo de Preparo do Bife de Frigideira na Manteiga de Alho com Batatas
Em uma tigela grande, misture as tiras do bife com o molho de soja, azeite, pimenta moída e molho de pimenta. Reserve e deixe marinar enquanto cozinha as batatas.

Em uma frigideira grande, no fogo médio/alto, misture 1 colher de sopa de azeite e 1 colher de sopa de manteiga.

Quando a manteiga derreter, adicione as batatas. Cozinhe por cerca de 4 minutos, mexa e cozinhe por mais 5 minutos até as batatas dourarem e ficarem macias. Transfira para um prato e reserve.

Mantenha a mesma frigideira em fogo médio e adicione as 2 colheres de sopa restantes da manteiga, o alho, a pimenta (ou flocos da pimenta calabresa) e as ervas frescas.

Coloque as tiras de carne em camadas na frigideira, mantendo a marinada escorrida para mais tarde. Cozinhe cada lado do bife por 1 minuto cada, até dourar bem. Ajuste o tempo dependendo de como você gosta do seu bife.

Antes de terminar o bife, você poder mexer a marinada reservada, se desejar, e cozinhar por um minuto. Adicione as batatas de volta à panela e aqueça. Tempere com sal e pimenta.

Retire do fogo e sirva imediatamente, decorado com mais pimenta picada, ervas frescas e uma pitada de queijo parmesão ralado sobre as batatas.(opcional)

Categorias
Dicas Caseiras

Peixe Assado com farofa: aprenda a fazer essa delícia

Peixe é um alimento essencial para uma alimentação saudável,  e o ideal é que ele esteja na mesa, pelo menos duas vezes por semana.

O peixe, por ser alimento rico em vitamina D, A, B12, entre outros, auxilia no combate de doenças crônicas, melhora a visão, dá energia e aumenta a resistência a doenças e o cansaço intelectual, além de proteger contra infecções”

Motivos para incluir peixe na dieta

• Ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares;
• Contribui para o controle dos níveis de colesterol;
• É rico em proteína, vitaminas e minerais;
• Possui alta proporção de gorduras saudáveis (gorduras insaturadas);
• Vários tipos de pescado são fontes de ômega 3 (atum, pintado, sardinha, arenque, anchova, tainha, bacalhau e truta);
• O ômega 3 auxilia na manutenção de níveis adequados de triglicerídeos.

Ingredientes

  • 1 peixe inteiro limpo (com aproximadamente 1,5 kg)
  • Suco de 2 limões
  • 4 dentes de alho amassados
  • 2 envelope de tempero em pó para peixes
  • Sal e alecrim a gosto
  • Azeite para untar e regar
  • 1 laranja em rodelas

Farofa

  • 4 colheres de sopa de manteiga
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho amassados
  • 1 xícara de chá de damasco seco picado
  • 4 xícara de chá de farinha de mandioca
  • 1 xícara de chá de castanha-de-caju picada
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo

Tempere o peixe com o suco, o alho, o tempero, sal, alecrim e deixe descansar por 30 minutos. Então, em uma panela, em fogo médio, derreta a manteiga e frite a cebola e o alho por 3 minutos.

Em seguida, junte o damasco e refogue por 3 minutos então, junte a castanha, a farinha, sal, pimenta, salsa e desligue. Por fim , recheie o peixe com parte da farofa e feche com palitos.

Então, coloque em uma fôrma untada, faça cortes superficiais sobre o peixe e cubra com laranja. Por fim, regue com azeite e leve ao forno médio, preaquecido, por 1 hora.

Transfira para uma travessa com a farofa restante, decore com alecrim e sirva.

Categorias
Dicas Caseiras

Tutu mineiro feito no fogao a lenha

O inicio do fogão a lenha veio com os índios timbiras e guaranis, que abriam um buraco no chão, colocavam lenha para aquecer pedras e por cima das pedras eram colocadas vasilhas de barro. Com o tempo foi modificado pelos bandeirantes, que desbravaram as matas e utilizavam as pedras para manter o calor por mais tempo e colocavam panelas, de ferro ou cerâmica, suspensos para esquentar água e preparar seus alimentos. Nas fazendas, eram feitas de barro e formavam um forno a lenha que era utilizado para assar pães, pudins e compotas.

A forma que conhecemos hoje veio com as pessoas de Minas Gerais, que adaptaram uma chapa de metal, em cima de uma lareira. Na região sul também foi fortalecido o uso do fogão a lenha, pois além de esquentar alimentos, serve para aquecer a casa durante o inverno e se torna um ambiente acolhedor para reunir a família e os amigos.

O preparo do tutu mineiro e outros pratos que precisam de um cozimento mais lento tem outro sabor quando feito no fogão a lenha. Estudos mais aprofundados mostram que alguns preparos são melhores, por conta da indução do calor na chapa do fogão a lenha transmitida para a panela de ferro e com isso deixando o alimento com menor contato com o fogo.

Com a mudança de muitas pessoas para as cidades e a diminuição das casas foi se perdendo o uso do fogão a lenha, sendo substituído pelo fogão a gás. Mas, com o aumento constante do preço do gás, com a facilidade e segurança de instalação, aos poucos está voltando seu uso e voltando as tradições de ficar em volta do fogão, comendo algo gostoso e tomando um chimarrão.

 

Receita do Tutu Mineiro

  • 1/2 kg de feijão cozido sem tempero
  • 2 cebolas cruas raladas
  • farinha de mandioca
  • pimenta-do-reino
  • 1 colher de sopa de cachaça
  • 2 ovos cozidos
  • 1/2 kg de linguiça frita ou assada no forno
  • 200 g de bacon frito em cubinhos
  • couve refogada
  1. Bater o feijão no liquidificador com o caldo do cozimento.
  2. Dourar a cebola na gordura do bacon.
  3. Refogar o feijão com alho amassado.
  4. Colocar uma pitada de pimenta do reino, uma colher de cachaça, sal a gosto.
  5. Quando abrir fervura, colocar lentamente a farinha de mandioca, mexendo sem parar, até o ponto de um pirão.
  6. Misturar o bacon frito e a linguiça picadinha.
  7. Despejar numa tigela e enfeitar com rodelas de ovos cozidos, couve e molho de cebola.
  8. O tutu deve ser mole pra não ficar seco.
Categorias
Dicas Caseiras

Doce de abobora de corte

Quando eramos criança, lembro que ia no mercadinho perto da minha casa, tinha muita pipoca doce e refri fanta, coca entre outros, pirulitos e fazia a festa com Sr João da quitanda, normalmente era João, Jose, Dona maria.

qual era o nome do sr da quitanda do seu bairro ou que era próximo da sua casa?

Deixei nos comentários, mas vamos a receita que é o tema principal.

Doce de abobora a famosa lembrança de infância

Ingredientes

  • 1 kg de abóbora madura, descascada e cortada em cubinhos
  • 1 colher (chá) de suco de limão
  • 3 xícaras (chá) de água (600ml)
  • 1 xícara (chá) açúcar (200g)
  • 2 paus de canela
  • 5 cravos da índia

 

Modo de preparo

Coloque a abóbora numa panela e cozinhe com o cravo, a agua, a canela e o suco de limão por 40 minutos.

Descarte as especiarias (cravo e canela).

Bata a abóbora no liquidificador e volte para a panela.

Junte o açúcar e leve novamente ao fogo. Deixe cozinhar, mexendo sempre, até que o doce desgrude do fundo da panela.

Coloque o doce em uma forma untada e, depois que esfriar bem, corte em quadradinhos ou com a ajuda de uma forminha para bolacha em formato de coração.

Rendimento: 20 cortes

Se gostou dessa receita compartilhe com os amigos e a família!